Um blog sobre pessoas, relações e tudo o que nos une.
.posts recentes

. A Retoma

. Timidez - Impacto na e da...

. Timidez - Exercícios simp...

. As 7 questões que se deve...

. Deixar a velha magia no s...

. 10 Regras para ser um ser...

. Um pequeno conto budista

. Estou de volta

. A Timidez

. Votação no SAPO

.arquivos

. Fevereiro 2010

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Julho 2007

. Junho 2007

. Março 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

Quinta-feira, 14 de Junho de 2007
A Mentira numa relação
Uma das mais recorrentes causas de separação é, sem dúvida, a mentira. É uma das maiores causas de problemas. Mas muitas vezes não se olha para a total extensão deste problema.

mentira e arrependimentoA mentira é vulgarmente abordada com um olhar egoísta . Isto é, pelo ponto de vista de quem é enganado ou a quem se mente. Mas quem mente entra também numa espiral complicada e perigosa. Há situações que levam a mentir. Demasiadas situações. Depois o embaraço ou simplesmente a vergonha leva-nos a mentir para ocultar uma anterior mentira. Depois, a vida complica a cada hora. O medo de ser descoberto, a angustia de esconder algo a alguém que se ama, o constante sobressalto e o medir as palavras faz com que, quem mente, viva numa constante angustia. Estes estados profundos de preocupação levam frequentemente a irritabilidade, depressão e até mesmo a estados quase suicidas. Há constantemente uma sensação de vivermos uma vida dupla. Em casos extremos o próprio vê-se como outra pessoa, tentando imaginar uma vida diferente fantasiosa, levando a mais mentiras e fugas.

Uma mentira, por mais inocente que pareça, é sempre demais perigosa. Mesmo as consideradas mentiras "brancas" ou de "piedade" podem degenerar em perigosas espirais de mentira, arrastando-nos e prendendo-nos a uma realidade falsa.

Pense bem na sua vida. Olhe em seu redor e veja como pode evitar ou resolver questões antigas. Acredite que existe sempre uma solução e que mais mentiras não sanam, pelo contrario acentuam e agravam os problemas. Muitas vezes as situações resolvem-se de uma forma relativamente simples com diálogo e após uma sequência de mentiras apenas ficam mais complicadas chegando mesmo a não ter saída ou solução.

Pense bem, não haja de impulso e utilize a ferramenta humana mais preciosa: o diálogo.
publicado por Zen às 11:22
link do post | favorito
De blackspirit a 1 de Março de 2010 às 20:28
a mentira e a pior coisa que pode haver. tenho 14 anos e em apenas dois meses sofri as duas maiores desilusões da minha vida. Na primeira perdi um grande amigo, por mentiras minhas. Arrependi-me imenso e cresci muito com isso. a segunda, perdi o meu melhor amigo, e tambem aquele que me pegava nos seus braços e dava-me protecção. mentiu-me até não poder mais. desmascarei-o em todas as situações, tentei resolver as coisas a conversar, tentei que ele se esquecesse de tudo e se concentrasse só em nós por uns minutos, para ele perceber que não era assim, mas não deu em nada. Tivemos uma relação de amizade muito forte e muito unida! pensei em comprimidos para adormecer de vez e tive quase a engoli-los, mas acabei por me acalmar e pensar que não vale a pena perder a vida por uma pessoa assim. Há pouco ainda me mentiu outra vez, uma mentira que já durava três meses. Pois eu tomei a decisão de andar de nariz enpinado quando passo por ele, fingir que está tudo bem (quando na verdade choro todas as noites), e arrangei um excelente plano para acabar com o amor da sua vida! visto que ele tambem me tirou coisas que me pertenciam... =''''/ e assim eu tenho a dizer que: a vingança é tramada! vou-me vingar no dia antes dos exames nacionais. Odeio mentiras! ODEIO! a coisa que eu mais detesto é traição! por isso se me traiem a minha confiança, porque não haverei eu de trair a confiança da outra pessoa?? Não vou ficar quieta enquanto o outro vive à grande e à francesa e me tirou praticamente tudo o que eu tinha.

adorei o texto sobre a mentira, aí estão muitas verdades! é triste quando uma relação chega ao fim, por uma simples mentira, que se torna numa vida de mentiras. Mas parece que vivemos num mundo onde a maior parte das pessoas mentem sem limites, não se ajudam uns aos outros, e vão sempre em frente. "cada um por si": é uma citação muito triste, mas é a realidade. Com a minha idade, já tenho medo de viver, já tenho uma ulsura, e já não confio em ninguem. Isto é a prova, do belo e pefeito mundo em que vivemos...!
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



.pesquisar
 
.tags

. todas as tags

.links
.subscrever feeds