Um blog sobre pessoas, relações e tudo o que nos une.
.posts recentes

. A Retoma

. Timidez - Impacto na e da...

. Timidez - Exercícios simp...

. As 7 questões que se deve...

. Deixar a velha magia no s...

. 10 Regras para ser um ser...

. Um pequeno conto budista

. Estou de volta

. A Timidez

. Votação no SAPO

.arquivos

. Fevereiro 2010

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Julho 2007

. Junho 2007

. Março 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

Segunda-feira, 30 de Julho de 2007
A Timidez
Coloco aqui uma mensagem que me foi enviada por um leitor deste blog. Acho que poderá ser interessante para todos.

Caro Rui,

Sou um estudante universitário que ainda não conseguiu vencer a timidez. Tenho extrema dificuldade em falar com pessoas - até com pessoas que vejo e estudo todos os dias. Sei que fazer amigos requer tempo e paciência , mas eu nem sequer consigo ter conhecidos. Sempre fui anti-social, mas nunca quis ser. Quem quer certo? Mas não sei como não o ser.

Estou a estudar direito e vou precisar de muita comunicação pessoal; por isso sinto-me mal e deprimido por não conseguir vencer esta introversão. Mas não é a minha carreira que mais me preocupa. Sinto o meu bem estar emocional a deteriorar-se dia após dia e sinto-me perdido no meio das outras pessoas. Há alguma coisa que eu possa fazer para vender a timidez? Tenho lido alguns artigos com medicamentos como o Prozac e o seu sucesso nas pessoas mais passivas - devo considera-lo? Há algum sítio onde eu possa ir para ter terapia? Obrigado Rui. Se quiser publicar esta carta no seu blog e se isso ajudar outras pessoas, por favor não hesite.

- V.

 

Meu caro V.

No que diz respeito a sentir-se tímido, descanse que não está sozinho. A timidez é um conceito muito difícil de definir, mas asseguro-lhe que milhões de pessoas têm o mesmo problema. A timidez é como uma ansiedade social. E normalmente está realcionada com falta de amor próprio e confiança. Em algumas pessoas, essa ansiedade obriga-as a conhecer centenas de pessoas e de ter dezenas de relações pessoais, outras fecham-se completamente para o mundo. Cuidado que a timidez, em casos graves pode cair em solidão que é uma das principais causas de depressão.

Os individuos timidos estão, normalmente, absortos neles mesmos, preocupados com o efeito que terão nos outros e como os outros se sentem em relação a eles. Ficam absortos no seu próprio desconforto e não se conseguem focar numa relação com outra pessoa.Este ciclo torna-as mais sozinhas e, logo, mais timidas.

Existem muitos recursos disponíveis desde profissionais até terapias individuais ou de grupo. Não acredito que os medicamentos sejam a solução. Apenas casos extremos são passíveis de serem tratados com medicação. Acho que há um trabalho longo mas para o qual já deu o primeiro passo! Já procurou ajuda. Isso é o primeiro passo para a recuperação completa.

Vou-lhe enviar um e-mail com mais informação, sinta-se à vontade para me escrever sempre que sentir necessidade.

Rui
publicado por Zen às 10:00
link do post | comentar | favorito
|
41 comentários:
De T.V.A. a 25 de Agosto de 2007 às 09:36
Olá.
Identifiquei-me assim que li este post. De facto, desde pequena que me lembro de ser muito tímida e ainda hoje o sou. Tenho 19 anos e no final de cada dia mentalizo-me para mim mesma que tenho de fazer um esforço, que amanhã vai ser diferente, mas depois nunca consigo! A timidez já me fez perder muitas coisas na minha vida, e para além de tudo isso, é muito triste pensar que as outras pessoas nos acham arrogantes, quando eu não sou! Gostaria de trocar opiniões com a pessoa que lhe enviou esse e-mail, porque penso que assim podemos nos ajudar. Venho por isso, pedir-lhe que me envie o mail dessa pessoa.
Tania.vaz.de.almeida@hotmail.com
Obrigada.
De Marta a 26 de Janeiro de 2009 às 13:59
Sou exactamente como todos vocês. :(
De catarina a 26 de Abril de 2010 às 15:18
oi rui,
pois eu passei por varios problemas na minha vida.
em criança era alegre e muito sociavel.
com alguns problemas na minha vida fiquei introvertida mas venci...
estou a contar isto como voto de confiança pois as pessoas timidas precisam que confiem nelas para a sua auto-estima melhore!
é um processo de todos os dias.
boa sorte
catarina 18 anos
De Vinny a 18 de Março de 2009 às 16:33
Olha, parece ate que eu escrevi este comentário. Muitas pessoas pensam que sou arrogante, porque eu tenho um problema: sou timido mas olho as pessoas nos olhos. Depois elas pensam que o que eu tenho é desprezo e nao timidez. Ja nao faço mais planos para mudar no dia seguinte... nunca consigo.
De Pedro a 14 de Maio de 2009 às 19:04
ya.....eu tb sou assim.....tenho 24 anos e sou muito timido mas, estranhamente, quando falo com uma pessoa, n consigo tirar os olhos dela...e nao fujo a nada mas n consigo criar uma amizade com ninguem....ou seja sou diferente nesse sentido....hoje em dia ninguem faz isso...
De rui-pedro-esteves a 22 de Setembro de 2007 às 02:22
Olá. Sou mais um tímido. Tenho 34 anossou de Carregal do Sal, trabalho nos SMAS de Viseu como operador de estações elevatórias e estou a tirar a licenciatura em Engenharia Informática na Escola Superior de Tecnologia de Viseu. Sou bastante introvertido, deprimo-me facilmente quando, por exemplo, levo um «não» de uma rapariga, daí que isso me tenha aumentado a timidez, pois anteriormente ia a bailes e discotecas e era aí que levava «nãos» delas. Tenho bastante dificuldade em abordar pessoas desconhecidas, principalmente do sexo oposto e tenho pouco à-vontade para falar mesmo com pessoas conhecidas. Não todas, porque há pessoas minhas conhecidas com quem tenho à-vontade razoável em relacionar-me. Mas sinto que ainda tenho muito trabalho pela frente. Às vezes vou aos cafés perto da Escola onde estou a estudar e sinto-me perdido, pois não conheço praticamente ninguém e a minha timidez impede-me de abordar raparigas, po rexemplo. Sinto que a minha juventude não foi vivida e que perdi muitas oportunidades, tudo por causa da timidez. Se alguém me pudesse ajudar, agradeceria imenso. Aqui deixo o meu e-mail e o meu messenger: rui-pedro-esteves@sapo.pt e rui_pedro_esteves@hotmail.com
De mylittlesthings a 29 de Março de 2008 às 16:31
Assim q li este comentário fiquei logo identificada.... não tenho tantas dificuldades de relacionamento como o V., mas sou uma pessoa bastate tímida.... hj por exemplo fui apresentar um trab na Univ e atrapalhei-me. Houve uma altura q parece q estava a falar para o boneco.... correu mm mal.... qd as minha colegas estavam a apresentar td a gente ouvia, qd eu apresentei...:-(
senti-me mm perdida.... acho q nunca vou conseguir superar isto.... melhor é parar de insistir.....
De D. a 5 de Janeiro de 2010 às 21:02
Olaa! Sou uma pessoa extremamente timida quando se trata em apresentações em público. Sou universitário. tenho este problema desde sempre. Não consigo vencer isto por mais que tente. Alguma dica?
De AS a 9 de Junho de 2008 às 19:29
ola
eu tambem tenho o problema da timidez e por vezes nao consigo fazer o que quero por causa de ser timida e o problema é que todos os dias acordo e penso que vai ser diferente mas quando chego à escola nao se porque passa completamente e sou muito prejudicada por ser timida parece que as pessoas se afastam de nos e para puiorar a situacao ha 3 colegas minhas que estao sempre a gozar comigo por tras das costas e quando estao ao pe de mim e me apercebo que estao a falar de mim eu nao consigo reagir e quando chego a casa penso naquilo que podia ter dito que nao disse.
GOSTAVA DE NAO SER TIMIDA MAS PORQUÊ?????? QUE SOU TIMIDA ISTO ESTA ME A ESTRAGAR A VIDA TODA
De d a 30 de Setembro de 2008 às 23:42
imagino como vc deve se sentir, pois tambem sou timida e sinto q/ isso me prejudica muito. o pior é quando por ser timido vc se sente impedido de conseguir certas coisas das quais vc gosta ou sente necessidade.Mas mesmo sendo timida posso te dar algumas dicas p/ que vc nao deixe q as pessoas fiquem tirando piadinhas com vc/
1º se vc ainda encontra dificuldades em certas coisas principalmente na escola, ja que es timida, comece como coisas simpres, que faram vc se sentir melhor consigo mesma, como mesmo usando uma uniforme mude algumas coisas. como uma maquiagem(leve) um novo modo de arrumar o cabelo ou ate mesmo o andado, se vc nao é uma miss e nao difila como elas, ande mais confiante e inves de achar q ao olhar p vc as pessoas estao falando mal de vc pense se eles falam possivelmente, na verdade quase sempre eles tem é inveja de vc sinta-se mas poderosa, mas claro isso nao é p criar inimisades mas sim para mostra que ninguem pode pisar em vc
depois disso vc se sentirá bem mais confiante consigo mesma ai comece a trabalhar outras coisas como da pelo menos um OI quando ve alguem q estuda com vc ou perguntar algo como: quem é o proximo tempo/ ou se terá prova/
isso sao coisas simpres que vai fazer as pessoas te darem mais atençao e respeito
MAS LEMBRE-SE NAO ESTOU DIZENDO Q VC COM ISSO SERÁ A PESSOA MAIS EXTROVESTIDA DO COLEGIO MAS QUE ISSO IRÁ AJUDA-LA A TER MAIS CONFIANÇA EM SI MESMA.
"NINGUEM É MELHOR QUE NINGUEM APENAS CRIAMOS CENARIOS QUE PODEM AS VEZES NOS DIMINUIREM PERTO DE OUTRAS PESSOAS, E MESMO COM ISSO LEMBRE-SE Q SEMPRE TEM ALGUEM QUE NOS ADMIRA E QUE SEMPRE ESTA AO NOSSO LADO, ALGUEM QUE POR MAIS QUE SEJAMOS TIMIDOS OU NAO NUNCA NOS ABANDONARÁ E SEMPRE ESTARÁ COM A MAO ESTICADA PARA NOS LEVAMTAR SE CAIMOS"
espero q isso te ajude em algo senao ajudar busque ajuda se nao for de um profissional, busque ajuda interior que vc irá conseguir quebrar algumas barreiras no seu caminho!!!!
De soffs a 2 de Agosto de 2008 às 20:40
ola..este post nao pode passar-me ao lado pois identifico-me bastante com ele!..por isso gostaria que pedir-lhe o mail do rui..pois talvez me fica se a atender melhor e ajudar nos...=/..obrigado
De Zen a 3 de Agosto de 2008 às 23:56
Ola..

Eu posso sempre ser contactado através do e-mail momentozen@sapo.pt

Rui
De Conrado FallenAngel a 27 de Agosto de 2008 às 08:11
Minha timidez foi amenizada quando descobri a filosofia. Percebi que as situações em que nos sentimos retraídos são irracionais e que um pouco de senso crítico nos faz dar aquele passo que parece tão difícil, mas na verdade é tão simples....

^^
De Renata Mateus a 25 de Setembro de 2009 às 02:28
gostaria muito de saber qual o tipo de filosofia que o ajudou.
De Zen a 27 de Agosto de 2008 às 21:55
Costuma-se dizer que viver não é difícil, difícil é saber-se viver. Aprender a contornar as nossas próprias limitações é um exercício para a vida. Até porque a grande maioria delas são apenas mentais.

Quero apenas dizer também que tenho seguido o V. na sua melhoria e gostaria de deixar aqui um excerto da última mensagem que trocámos:

"Rui, obrigado por tudo. Hoje tive o meu primeiro debate onde tive de falar e defender uma ideia com a qual estou completamente em desacordo. Devo dizer que não me saí inteiramente bem, mas só o facto de conseguir enfrentar um anfi-teatro com mais de 100 pessoas e falar abertamente sem gaguejar, foi já uma vitória. Muito obrigado."

Basta um primeiro passo, e sim, é simples.
De diony a 24 de Setembro de 2008 às 00:42
Bem... A verdade é que a timidez nos limita em tudo... Eu considero-me uma pessoa bastante extrovertida, mas com uma grande peculiaridade... sou gay. Desde muito novo q me sinto atraído por homens, acontece que não passei por situações muito agradáveis na infância e adolescência... Os meus companheiros de turma faziam imensa chacota de mim... E quando falo de amigos, falo apenas no masculino, pq nunca tive problemas semelhantes com raparigas. Mas quem ta a ler isto deve pensar: este tipo deve ser um efeminado ! mas não . Considero-me uma pessoa masculina, nunca fui muito efeminado . Em criança/adolescência sentia atracção por rapazes e acontece q os outros rapazes apercebiam-se disso... e faziam chacota! Por vezes até batiam. Isto tudo para explicar que a minha timidez acontece apenas com rapazes (principalmente com heterossexuais ) e prejudica-me imenso no trabalho principalmente, pois trabalho numa empresa onde apenas existem rapazes!! Como lidar com isto? hummm ... pode parecer estranho mas estou mesmo a precisar de uma ajuda, quanto mais não seja falar com alguém abertamente sobre isto... pois nunca tive coragem de tocar neste assunto com ninguém . obrigado a todos!
De Rui a 25 de Setembro de 2008 às 00:16
diony , antes de mais muito obrigado por vir aqui partilhar a sua vivência. E um grande bravo pela sua coragem. Quero-lhe dizer, primeiro que tudo, que já deu o primeiro passo. É importante reconhecermos que temos um problema e que queremos supera-lo.

Acima de tudo, o mais importante é não nos fecharmos numa redoma e encaixarmos que não temos um problema. Temos. Desde o momento que nos sentimos mal, temos um problema.

O seu, é derivado à ignorância e preconceito. Um medo quase insano de tudo aquilo que é diferente de nós. Medo daquilo que não segue os mesmos ensinamentos, qual ovelhas lanzudas que seguem alinhadas para a tosquia.

O meu muito obrigado principalmente por confiar em mim, em nós neste cantinho pouco visitado onde um tonto larga um punhado de babozeiras.

Mas voltemos a si, se mo permite. No seu trabalho tem de lidar directamente com muitas pessoas? É um contacto directo ao público? Proponho-lhe um exercício: consegue olhar as pessoas directamente nos olhos? O que sente?

Peço-lhe desculpa por responder aqui ao invés de lhe enviar um e-mail particular. Mas sinto que poderíamos fazer um pouco de história ao trazer ao aberto um caso de viva vóz.

Obrigado,
deste seu amigo, Rui
De diony a 1 de Outubro de 2008 às 01:15
Antes de mais, confesso que não esperava receber resposta, pelo menos tão cedo. Estou bastante entusiasmado com isto, não é muito usual em mim participar neste género de coisas.
Respondendo às suas perguntas...
Trabalho com uma equipa de criativos, por isso necessito de estar constantemente a interagir com as pessoas com quem trabalho.
Não consigo olhar nos olhos de ninguém, mas não só lá no trabalho, mas a toda a gente, inclusive a minha família. O que acontece, é que a situação agrava-se muito mais quando se tratam de pessoas que conheço pouco e mais ainda quando se tratam de rapazes. Acho que é um problema na medida em que não me parece normal uma pessoa do mesmo sexo que eu querer ser meu amigo e o meu comportamento, ao invés de ser de alegria (mais um amigo! fixe!) é precisamente o contrário.
Tentei olhar para os olhos de algumas pessoas, lá do trabalho e não só. Sinto-me pouco a vontade, quiçá com vergonha ou mesmo com uma espécie de medo. Olho sempre para a boca quando falo com alguém, ou então evito olhar para a cara da pessoa (mesmo quando estamos a falar). No entanto tento diariamente combater isto, e falo com os meus colegas, vou ao café com eles... mas estou farto e quero perceber e ultrapassar esta situação.

Bem, eu é que agradeço por esta oportunidade de falar abraço
De Jonathan a 7 de Dezembro de 2008 às 00:00
Ola pessol meu nome jonathan tenho 17 anos sou de Brasília minha histaria por causa da timidez e triste
eu não sou feio mais tem um problema que não conigo mais ficar com essa situação vou pra balada as meninas me conhece mais eu não consigo conversa com elas ate dinheiro eu perco por causa desta imidesz maldita as quando vejo gente conhecida não consigo me expressar vou pra balada com amigos ate mais como posso dizer ate amigos q vc menos imagina que vai consegui pegar aquela gata quando ve ta lá no outro dia apos a baladas nos vamos pro clube etodos começa a zoação vc não pe vc dá mole tem ate gente que não que mais sai comigo por causa disso .
De i. a 6 de Janeiro de 2009 às 20:10
ola a todos. tenho 17 anos e desde ha uns meses que tenho vindo a ficar muito timida o que me dificulta muito a vida. mesmo em situaçoes banais como falar com os meus amigos, basta que todo o grupo olhe para mim ou que alguem diga algo sobre mim para que sinta logo as facas a escaldar. o pior e que quando me dizem que estou corada eu ainda coro mais o que me faz ficar toda vermelha e muito mas muito desconfortável. nao sei se ha alguma maneira de ultrapassar isto pois quanto mais tento paree que pior é. beijinhos
De Hugo Alexandre Pereira a 4 de Janeiro de 2010 às 17:36
Olá o meu nome é Hugo Alexandre, tenho 17 anos e sou de Viseu!
Depois de ler todos os comentários decidi fazer uma declaração!
Sei que muitas pessoas hoje em dia se retraem pela timidez absoluta que vivem no dia-a-dia!
Tentem ser vocês próprios, sejam espontâneos!
Mostram quem realmente são e não se amedrontem pelo desconhecido!
Tenho amigos meus que me perguntam o que uso, que talismã escolhi para me ajudar a passar os problemas!
E a verdade e que se eu digo que sou eu próprio eles continuam na mesma, se digo que uso uma pedrinha/qualquer objecto eles arranjam um e mudam, sendo eles próprios a partir do dia a seguir!

Caso alguém tenha dificuldades e queira ajuda (psicológica) contacte-me!
hugohahp@hotmail.com
De M. a 23 de Setembro de 2010 às 17:40
Eu tenho 17 anos e também sou mto tímida. Percebo perfeitamente as pessoas que referem que quando lhes dizem que estão coradas ainda coram mais. Não consigo fazer apresentações em público, falar nas aulas é uma tortura e simplesmente perguntar algo a um professor ou a outra pessoa com alguma autoridade é uma tortura. Tenho imenso medo que isto me vá afectar na faculdade e mesmo na minha vida futura. Tenho amigos mas não muitos e embora consiga falar com as pessoas da minha turma o simples facto de pensar em apresentar um trabalho à frente delas e o suficiente para me pôr indisposta. O pior é que gosto de um rapaz há imenso tempo e nunca tive coragem para falar com ele cara-a-cara, apenas 3 ou 4 vezes pela internet sobre coisas insignificantes. Obrigada por lerem o meu desabafo.

Comentar post

.pesquisar
 
.tags

. todas as tags

.links
.subscrever feeds