Um blog sobre pessoas, relações e tudo o que nos une.
.posts recentes

. A Retoma

. Timidez - Impacto na e da...

. Timidez - Exercícios simp...

. As 7 questões que se deve...

. Deixar a velha magia no s...

. 10 Regras para ser um ser...

. Um pequeno conto budista

. Estou de volta

. A Timidez

. Votação no SAPO

.arquivos

. Fevereiro 2010

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Julho 2007

. Junho 2007

. Março 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

Segunda-feira, 4 de Setembro de 2006
O conforto do silêncio
Por vezes, é confortável ficarmos em silênci sozinhos. Permite-nos fantasiar sem sermos assolados indiscutívelmente pela realidade. Conseguims ter o nosso mundo, com as nossas pessoas e as nossas regras. O problema é tornarmos esses momentos em situaçõs isoladas.

Sozinho a sonharFrequentemente, trazemos para a nossa vida as nossas fantasias. O perigo é de não conseguirmos separar a fantasia da realidade e acabamos por não nos conseguirmos separar delas. A fantasia, faz parte da nossa vida, mas não pode ser a nossa vida.

O conforto que o silêncio nos trás é um falso conforto. É uma mentira, algo que nos priva da realidade deixando-nos pior. Quando o encanto da fantasia termina apenas deixa no lugar depressão e tristeza. É preciso sonhar, mas sonhar com consciencia de que o estamos a fazer. Sonhos inconscientes só podem trazer dissabores e são uma das causas mais frequentes da depressão.

Falem, gritem, chorem (especielmente chorem) mas aliviem o que vos vai cá dentro. Muitos dirão que têm problemas a falar com alguém, ou que ninguém consegue entender essa dor. Acreditem que há muitos que entendem as dores tal como elas são e vos aceitam de igual forma. Há muitas pessoas para ouvirem, mas o primeiro passo, o de falar, tem de partir de nós!
publicado por Zen às 14:18
link do post | comentar | favorito
|
.pesquisar
 
.tags

. todas as tags

.links
.subscrever feeds