Um blog sobre pessoas, relações e tudo o que nos une.
.posts recentes

. A Retoma

. Timidez - Impacto na e da...

. Timidez - Exercícios simp...

. As 7 questões que se deve...

. Deixar a velha magia no s...

. 10 Regras para ser um ser...

. Um pequeno conto budista

. Estou de volta

. A Timidez

. Votação no SAPO

.arquivos

. Fevereiro 2010

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Julho 2007

. Junho 2007

. Março 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Setembro 2006

Quarta-feira, 6 de Setembro de 2006
O estado do amor em Portugal
Uma das coisas que tenho pensado ultimamente é o estado do amor em Portugal. Isto dito assim tem um sentido muito lato e muito subjectivo. Mas acompanhem-me a minha linha de pensamento que já vos digo onde quero chegar.

Basta perguntar a um qualquer transeunte o que é para o amor para termos imediatamente mais de metade de respostas do género: "Desculpe não tenho tempo", "não, não, não....." ou ainda "Oh! Tenha juízo !".

Depois dos outros há um misto de religião com esoterismo. Para uns é uma energia que nos une para outros é algo que se sente mas não se pode definir, enfim, se perguntarmos a 3000 pessoas temos 3000 definições diferentes. A verdade é que o amor é cada vez mais importante para todos. Podem comprová-lo aqui mesmo no sapo. Basta se dirigirem à página principal (http://www.sapo.pt ) e procurar junto ao fim da página pelas busca mais frequentes. E lá está! Logo em segundo lugar, a seguir a Portugal temos o amor.

Isto mostra a importância galopante que as pessoas vão dando aos sentimentos. De notar que aparece muito acima do sexo e da música. As pessoas de facto procura informação, opiniões, a cara metade. As pessoas, de uma forma geral procuram amor.

Será que Portugal está-se a tornar um país de mal-amados? Participe neste debate! Arrisque a opinar e deixe-nos a sua opinião sobre o estado do Amor em Portugal.
sinto-me: pensativo
publicado por Zen às 17:56
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Fátima Freitas a 7 de Novembro de 2006 às 11:13
Não acho que seja só a nível nacional que está acontecer isso. As pessoas cada vez mais dão menos de si, tem medo de amar...Qual a razão? Evitar sofrer? Mas a vida nunca é um mar de rosas, a sempre espinhos!

Comentar post

.pesquisar
 
.tags

. todas as tags

.links
.subscrever feeds